12 novembro 2014

"Óia eu de vorta!"

Gente, quanto tempo sem vir aqui! Senti muiiiitas saudades e quero muito voltar a ser uma mãe blogueira rs. Por muitas vezes não escrevi por falta de inspiração, mas a verdade mesmo é que me falta tempo! Sinceramente, eu NECESSITO de um dia com, no mínimo, 50 horas. Então deixa eu atualizar vocês sobre o que aconteceu nesses 10 meses, porque muita, muita coisa mudou e pra melhor!



Vou começar pelo assunto que eu parei. Em janeiro fiz minha primeira tentativa de desfralde, porque Junior iria pra escolinha e eu queria muito que ele fosse desfraldado. Comecei 2 semanas antes do inicio das aulas e esperava que com a ajuda da escola eu conseguisse esse feito. No primeiro dia de aula, mandei ele de fralda, claro! E no 3° dia comuniquei a tia que estava em processo de desfralde. E pra minha tristeza ela disse que naquele momento não teria como me ajudar, a turma estava em processo de adaptação, dela conhecer os pequenos e vice versa. Então a primeira tentativa parou por ai! rs

Uns 2 meses depois ela me chamou e disse que ele começou a apresentar um certo interesse pelo banheiro da escola, que muitas vezes ia, mas não fazia e nem pedia pra fazer, mas já era um sinal pra começar o desfralde novamente. Com isso ela pediu pra que eu começasse a levar ele sem fralda e sempre ter uma muda de roupa na mochila por conta dos escapes. E assim fiz, conversei muito com ele, falei que tinha que pedir pra fazer xixi e a resposta era sempre "aahh mãe!".

As primeiras semanas foram tensas! Ele fazia xixi na escola quase todos os dias e em casa fazia no tapete ou no sofá (o que me deixa irritada ao extremo!). Só que entrou o inverno e ele foi começando a ficar sem tênis e sem roupa pra usar porque demoravam muito pra secar. Como tinha esse problema e nenhum progresso desisti do desfralde e voltei a usar fraldas nele, mas prometi a mim mesma que quando o calor chegasse retomaria.

Em fiz chegou setembro e com ele o calor que eu esperava. Dessa vez estava menos tensa, muito mais focada e determinada, então eu e marido entramos na missão juntamente com a professora e no dia 24/09 demos partida pra mais uma tentativa de desfralde. Pra minha alegria era raro escapar xixi na escola e eu já considerei isso um progresso, visto o tempo que ele ficou usando fraldas. Comprei um penico alegrinho pra ver se ele se animava mais e assim continuei. Sempre explicava pra ele que tinha que fazer xixi no penico, que tinha que pedir, que se fizesse ganharia bala e os tão sonhados blocos (Lego) que ele ama . Papai e eu sentamos sei lá quantas vezes nesse penico pra mostrar pra ele como era e aos poucos ele foi aceitando a idéia. No começo quando a gente levava ele no banheiro ou perguntava se queria fazer xixi, Junior sempre falava não. Até que um dia eu estava indo pra minha mãe e marido me liga e diz "amor, adivinha?", eu não fazia a mínima idéia do que ele que queria contar e perguntei o que era e ouço "o Junior fez xixi no penicooooooooooo!". Pensa numa mãe besta, que ria, que queria gritar aos sete ventos que o filho tinha feito xixi no penico?!

Depois desse dia fomos progredindo aos poucos e sempre que ele chegava da escola passamos a mandar ele fazer xixi e não a perguntar se queria. Se a gente perguntava sempre respondia que não e quando a gente mandava ele fazia. Então depois que chegava da escola era certo rolar no penico e raramente ele fazia nas calças, porque sempre segurava até a hora de dormir. Passei a falar de hora em hora "Junior vai fazer xixi", ele pegava o peniquinho dele e fazia. Com isso fui ficando cada vez mais animada e confiante pra ajudar ele nesse processo difícil e bota difícil nisso!

Teve um domingo que ele estava brincando e do nada diz "mamãe, queo fagê xixi". Corri e peguei o penico! Pra minha surpresa ele fez coco!!! Nossa, como nós festejamos! Fiquei toda boba com aquilo, até achei que ele não faria mais  número 2 nas calças, mas né, o menino tinha acabado de aprender a fazer xixi no penico e eu já queria mais, calma Grauce! kkkkk

Às vezes falo pra ele ir fazer no vaso, pra tirar ele do conforto e comodismo do penico. Nem sempre ele se sente a vontade pra fazer, mas de vez em quando rola. Falando no vaso... semana passada, perto da hora de dormir, ele pediu pra fazer coco! Como a mãe de um coleguinha da escola me ouviu falando com a professora sobre os avanços do desfralde, me ofereceu o adaptador de vaso e eu aceitei. Estava novinho e quando ele pediu usei! Gente, e não é que o menino fez o cocozinho no vaso mesmo?! Eu não poderia estar mais feliz! Essa semana também rolou o primeiro xixi na escola. Falei pra tia sobre o fato de mandar e não perguntar. Na segunda feira ela me contou que falou pra ele ir fazer e assim foi, ele botou o pingulim pra fora, fez o xixi e ainda deu tchau como fazemos aqui. Gente, ele SEMPRE quer dar tchau, não importa se o xixi é dele, meu ou do pai.

Hoje posso dizer que Junior está desfraldado! Já pede pra fazer xixi e com isso me sinto segura em sair com ele sem a bendita fralda! Hoje não vejo meu filho como um bebê e sim como uma criança. Constatei que quando a criança está preparada a coisa é bem mais rápida do que se imagina. Então se você está tentando e não consegue é bem provavel que seu filho(a) ainda não esteja pronto. Não importa a idade! Junior saiu das fraldas com 3 anos e 5 meses. Tarde? Não! Foi o tempo dele! Toda vez que dava certo era festa, muitos parabéns. Sempre digo que estou muito feliz, muito orgulhosa por ele fazer xixi no vaso ou no penico e percebo que ele fica muito feliz com isso.

Eu ia conta muito mais coisa nesse post, mas ele já está grande demaaaais! Então no próximo vou falar sobre a escola que fez o Junior evoluir muiito!

Obrigado por ter lido esse testamento! :*

















Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...