05 julho 2011

Rotina: ter ou não ter? Eis a questão.

De uns dias pra cá, tenho me perguntado se realmente é necessário ter rotina. Já li muito sobre o assunto. Tanto nos sites, como nos blogs que acompanho. E depois de ler o post da Carol, realmente vi que ter rotina pode atrapalhar e muito. Calma, que eu vou explicar o porquê desse meu raciocínio.

Até o Junior completar um mês, ele tinha uma rotina. Por volta das 8 da manhã mamava e, em seguida, dormia. Nesse intervalo eu tomava meu café e preparava o banho dele. Como o sonho era curto, às 9:30 ele acordava e tomava banho. Em seguida mamava de novo e dormia até as 2 ou 3 da tarde. Nesse período eu fazia algumas coisas que podia como lavar uma louça, lavar as roupinhas dele, fazer uma comida. Na época eu estava de resguardo e o "serviço pesado" ficava por conta do marido (arrumar a casa, lavar quintal e banheiro, dar banho no cachorro). Durante o restante do dia ele mama de 3 em 3 horas.

Depois que ele fez um mês, passamos a sair mais. Começamos a ir a feira, supermercado, casa dos avós essas coisas. Durante o "passeio" ele se comporta maravilhosamente bem. Não chora à toa, apenas quando tem fome. Só que quando chega o dia seguinte, tudo vira do avesso. 

Na quarta fomos ao supermercado. Sou do tipo que gosto de fazer compras. Fora que se for por conta do Maicon, ele vai pegar a primeira coisa que os olhos baterem. E eu tenho minhas preferencias e gosto de comparar preços, marcas... Coisas de dona de casa. Ele se comportou bem, chamou atenção pela "cara de homenzinho" e tudo mais.

Quando foi de madrugada... Ele acordou de 1 em 1 hora. Mamava e dormia, mas isso me matava. Quando eu começava a pegar no sono, ele acordava. Durante o dia foi a mesma coisa, eu só consegui fazer comida e com muiiiito custo. Na madrugada de quinta para sexta, a mesma coisa. E durante o dia tambem, com um agravante: o choro. Dei leite na chuquinha (achando que meu leite não estava alimentando), dei cházinho e nada. Fiquei estressada, chorei de cansaço, briguei com o marido. Resumindo: foi um caos!

De sexta para sábado ele dormiu normalmente durante a noite. À tarde fomos almoçar na minha sogra. Ele ficou com o sono bem leve, mas tirou seus cochilos. Quando cheguei em casa dei um banho nele pra dar aquela relaxada e ele dormiu normalmente durante a noite. 

No domingo fomos para a minha mãe. Ele tirou um soninho durante o dia, mas quando foi chegando a noite começou a ficar enjoadinho. Quando cheguei em casa, dei um banho bem rápido de chuveiro nele e ele dormiu das 11 da noite até as 3 da manhã. 

Ontem, ele continuou meio agitado, mas menos enjoado. Hoje, a mesma coisa.

Com isso tudo fico me perguntando se realmente é necessário ter uma rotina. Se saímos dela, tudo vira de ponta-cabeça. Passei a acordar mais tarde, por conta do sono acumulado e está tudo fora do lugar até pra mim. Se eu não consigo ter a minha rotina, como vou aplicar a dele? Tudo tem que começar por mim. 

Estou exausta, sem animo pra nada. E ainda tenho me estressado com o Maicon, que está se tornando um problema a parte. Depois eu comento sobre esse assunto.

A única coisa boa disso tudo é que ele começou a pegar a chupeta, o que tá me aliviando um pouco.

Por favor, se alguém poder me dar uma luz, eu vou ficar muiiito agradecida. To completamente desnorteada. Ouço muitos conselhos e to tentando filtrar só o que se enquadra ao meu filho e a mim. #meajudem


Um comentário:

  1. Ai Grauce.....como minha pipoquinha ainda não nasceu não sei o que falar, mas vou ficar de olho nos recados aqui pra saber o que fazer tb !

    bjusss

    ResponderExcluir

Sua opinião é importante pra mim!

Obrigado pela visita!!!

♡ Grauce e Junior ♡

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...