07 janeiro 2012

Amamentação






Daí que lendo o post da Julia, eu lembrei que a pessoa que vos escreva nunca falou sobre a fase da amamentação. Essa fase que ainda existe. Junior ainda dá sua goladinhas de vez em quando.

Vamos a MINHA experiência e ‘visão’ sobre amamentação. Frisando: MINHA OPINIÃO. Ok!
Dias antes do Junior nascer eu já tinha leite. Se apertasse saia o colostro, um liquido meio amarelado. Algumas vezes, cheguei a acordar com o babydoll(ui, que chique) molhado na parte do seio pelo leite que tinha vazado. 

Portanto, tive leite quando o Junior nasceu. Na primeira noite as mamadas eram loooongas. E quando eu digo longa, é longa mesmo! Eu cheguei a ficar 40 minutos sentada com o bezerrinho mamando. Ele acabou com o colostro nas primeiras horas de vida!
E de taaaaanto ele mamar, o bico começou a rachar. É natural. Acontece com quem teve mais de um filho, porque não ia acontecer comigo?? Aí é que o ‘calo aperta’! E é onde eu vou tocar na ferida de muitaaaaa gente! Mas, vou deixar mais pra frente, deixa eu continuar com a minha experiência e depois eu falou minha opinião.

Voltando... Mesmo com toda a dor e ardência que eu sentia eu NÃO DESISTI! Esse martírio durou uns 15 dias. SÓ. E mesmo com toda a dor eu tinha PRAZER em amamentar meu filho. Não existe coisa melhor, você ver seu filho saciado. Você olhar pra ele, aquele serzinho indefeso, aninhado nos seus braços, se alimentando com o que (por milagre de Deus), você produz!

Junior mamou exclusivamente no seio até os 3 meses. Como aqui no Rio faz muito calor, ele começou a tomar água. Nessa mesma época eu introduzi os sucos. Com 4 meses ele começou a tomar mamadeira (apenas as 9/10 da noite) e começou a comer papinhas salgadas e de frutas. Hoje ele come papinhas diversas, frutas diversas, mamadeira de Mucilon de arroz. E o que mais agente tiver comendo e ele ver, claro que com moderação.

Mas, agora, eu vou ‘tocar na ferida’! Lembram dos seios doloridos?? Uma vizinha NÃO amamentou porque não aguentou a dor! Peralá!!! Num ‘guentou’ levar 9 meses na barriga, parir? Porque uns diazinhos com dor ela não podia suportar?? Enquanto muitas mães, como a Julia citada acima, queriam ter leite pra amamentar ela teve e despertiçou ter essa troca de carinho com a própria filha.
Isso pra mim é Egoísmo! É colocar o filho pra segundo plano. E, colega, meu mfilho tá em 1°,2°,3°...

Fora esse negócio de ‘amamentação exclusiva até os 6 meses’. Gente o Junior mamava de 10 em 10 minutos, depois dos 3 meses. Meu leite não o alimentava mais. Foi onde eu comecei a emagrecer, emagrecer, emagrecer. Hoje peso 42 kg. Tenho poucas roupas pra usar, de tão largas que estão. Minha aliança tá quase caindo do meu dedo. E, mesmo comendo outros alimentos. ELE MAMA PEITO!

Gente, não é que eu quero que todas as mães deem peito aos seus filhos. O que não concordo e deixar de amamentar pela dor. 

Se fosse pra se preocupar com a dor, eu era virgem! E muitas de vocês também!!!
Foi mal se ofendi alguém. Mas é que eu NÃO ACEITO colocar o filho em ultimo plano!

Um comentário:

  1. Oiii Grauce.
    Eu concordo e faço questão de quando meu filho nascer poder amamentar, rezo para que eu produza bastante leite.

    Além de que, deve ser liiiindo, um momento que é só nosso, mãe e filho.
    E não é só isso, previne um monte de doenças para o bebê, e para mãe diminui risco de cancer até de mama, e emagreci.

    Bora amamentar mulherada. hahaha

    Beijinhos.

    ResponderExcluir

Sua opinião é importante pra mim!

Obrigado pela visita!!!

♡ Grauce e Junior ♡

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...