30 agosto 2012

Verdade ou mito?! #editado

Como nada se cria, tudo se copia... Resolvi entrar na onda! Toda essa corrente (como ela mesa disse rs), começou com a Valéria do blog Controversando.

Você vai reconhecer todos os choros do seu filho, é instintivo.
Verdade. Nos primeiros dias a gente confunde um pouco, mas depois nos tornamos interpretes. Eu achava incrível entender cada chorinho do Junior. E não é só o choro, depois vem os sorrisos. É fantástico isso!
Todos os seus nojos desaparecem.
No que diz respeito ao nosso filho, sim! Não tenho nojo de beijo babado, vomito, meleca, baba, coco... Mas do Junior! De outra criança eu morro de nojo!!! Aaaaarrrgh!!!
 
♥ Você vai achar que o seu nenê é o mais lindo do mundo.
Pra mim é sim. Mas não sou hipócrita de dizer que não existe criança ou bebê mais bonito que ele. Amo meu filho, mas não sou cega né gente!
Você vai amar seu bebê no INSTANTE que ele sair da sua barriga.
Não é bem assim não. O amor vai crescendo com o passar dos dias. Claro que a gente ama, mas ter noção (ou pelo menos tentar ter) da dimensão desse amor, aaaaahhh só no dia a dia. Você vai se perguntar depois como pode um amor assim caber no peito.
Cheiro de filho é a melhor coisa do mundo.
Sem sombra de dúvidas. Amo cada cheirinho do meu filhote. Amo o cheirinho do suor, do hálito, do bilau sujinho. Até o cheirinho da bundinha dele eu amo kkkk #aloca
 
Seu casamento vai mudar
E muito, a gente nem sabe o quanto. Ai vai depender d nível que o relacionamento está. A gente acha que quanto maior o bebê, melhor vai ficar e isso é mentira. Quando o Junior começou a "exigir" a nossa atenção, ficamos distantes um do outro, começamos a nos perder. Até que conversamos e chegamos à seguinte conclusão: faz parte. Se o casal não conversa, não sabe chegar a um denominador comum, a tendência é deixar de ser casal e serem somente pai e mãe. E o dia que isso acontecer, é porque a coisa tá mais pra lá que pra cá. Graças à Deus somos um casal e muito bem, diga-se de passagem! rs

Você vai se apaixonar ainda mais pelo seu marido.
Outra coisa que depende. No nosso mundo da blogsfera, o que mais tem é casal querendo ser pais. Mas a realidade do mundo hoje é menina sendo mãe solteira, e o pior, às vezes nem sabe quem é o pai. Mas, como estou falando de MIM... Sim, eu me apaixonei mais ainda pelo Maicon. Falo com todo orgulho do mundo que ele é um excelente pai/chefe de família. Se preocupa com o nosso bem estar (isso inclui segurança, saúde, alimentação), com o nosso futuro. Me deu uma família que eu nem imaginava! Amo, amo muito meu magrelo!!! kkk
 
♥ Você vai ver que você daria seu cachorro/gato por causa do trabalho.
Não vou negar que penso nisso. Mas, ao mesmo tempo, penso que o Junior e o Marley ainda nem se conhecem direito e também no amor que sinto por ele. Mesmo ele sendo muito levado e me fazer enfrentar vários problemas por conta disso. Quando eu tiver minha casa, espero que as atitudes do Marley melhorem. Mas, por enquanto, tá dando pra levar. Fora, que o marido ajuda!
 
Você vai morrer de ciúmes quando pegarem seu bebê.
De pegar eu nunca tive cíume, mas na parte dos cuidados eu tinha/tenho muito. Pra se ter uma idéia, o Junior tomou banho pelas mãos de outra pessoa aos 6 meses! Eu sempre amei cuidar dele: dar banho, trocar fralda, dar comida... Adoro fazer as coisas do meu bebê. Hoje eu "controlo" esse meu sentimento. Frizando: pegar no colo nunca tive cíume, não!
 
Você vai descobrir o que é amor incondicional.
Aaaahh, isso é mais que fato. É a verdade mais absoluta que existe! 
 
♥ Você vai entender sua mãe.
Lembro perfeitamente de quando ela dizia: "Quando você tiver os seus filhos, você vai me entender!". E super, super, super entendo.
 
Visitas na maternidade são um saco (pq é isso que falam).
Ai eu amava. Passei 3 dias naquela maternidade vendo, o dia passar por uma janela que dava vista prum barranco. Nada melhor do que ver a família pra não se sentir só né gente! Mas em casa, tinha dia que me incomodava. Tinha aqueles dias de "não to afim", mas você tem que ficar lá, fazendo sala, repetindo as mesmas histórias, respondendo as mesmas perguntas, e o pior, ouvindo os mesmos pitacos!
Amamentar é divino.
Depende. Até uns 4 meses atrás, pra mim, era. Tirando a fase ruim, que foi a pouco tempo atrás, é sim. Não digo divino, por que né, não vamos exagerar. Mas é muito, muito gostoso. A troca de sentimentos e o laço que se cria, não tem como explicar. 
A gravidez te prepara pro nascimento.
Quem te enganou, amiga?! Gravidez tá muito longe disso! Pra começar, a gente monta toda aquela cena do parto na cabeça, e chega no dia não chega nem metade, da metade, da metade, daquilo que a gente imaginou. Bom pra mim foi assim.

A culpa vai te acompanhar pro resto da vida.
A culpa vira nosso nome. Tudo, tudo que acontecer de ruim vai fazer esse "lindo" sentimento aparecer!

3 comentários:

  1. Amei o post, porque tem muitas verdades aí, concordo com grande maioria do que vc mencionou.
    Ai, quem dera a gente tivesselido essas coisas quando estávamos grávidas neh?

    bjo!

    ResponderExcluir
  2. Nossa,estou na reta final dos preparativos do casório,ainda nem penso em filhos,mas eu suspirei com esse post!! eheheheehe
    Amei de paixão!!!!
    Parabéns,isso ajudou muito as mulheres que sonham com um filho,esclareceu até a mim rs (=
    Bjksssss

    ResponderExcluir
  3. mts das q vc escrevveu eh pura verdade...gosto da siceridade de como escreve,,,,do tipo sem meias palavras eh isso e pronto...acho isso mt legal.
    obrigada pelo carinho la no meu blog!
    bjuuu
    amei o post

    ResponderExcluir

Sua opinião é importante pra mim!

Obrigado pela visita!!!

♡ Grauce e Junior ♡

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...