15 setembro 2012

Quanto mais amor, melhor! Será??

PRIMEIRAMENTE, não estou aqui criticando as mães que fizeram os posts da blogagem coletiva. Esse "causo" de deixar filho chorar até esgasgar, relamente é DEMAIS! Super apoio o que cada uma disse em seu blog.

Mas, o que quero chamar atenção é: até onde amar demais o filho faz bem? 'Vamo refreti?!'

Amo, amo, amo meu filho! Incondicionalmente! Sem rodeios, sem dúvidas! Mas não é porque amo que tudo que ele faz é lindo, maravilhos, depois ele para. Ou que se um coleginha bater futuramente (sim, porque isso vai acontecer!), o Junior tá certo e pronto. Tái um bom exemplo: bater x apanhar do coleguinha. 

Junior tá brincando com um amiguinho, ai ele vem com uma "boca de latão" chorando horroooooores "mããããããããe, o fulano me bateu!". A primeira atitude/reação de muita mãe é: "Quem esse FDP pensa que é pra bater no meu filho?! Vou lá agora falar com ele (ou com a mãe da criança)!" Pára, pára, pára! Não é essa pergunta que se deve fazer, o correto é: "Por que ele te bateu??" Tem criança que é co c* riscado, que é o meu caso rs.

Amar é reconhecer os defeitos dos seus filhos, impor limites, ao invés de 'passar a mãe na cabeça'. Vejo muita mãe por ai fazendo o filho de santo. Ele nunca faz nada com ninguém! 

Peraí, né!!! Meu filho é levado da breca! Mexe em tudo, sobe em tudo! E eu reconheço isso, tanto que estou mudando os hábitos dele. Acho ruim quando eu brigo e alguém diz "aaahh, não briga com ele não!". Aaaaah, desculpa, brigo sim!

Um exemplo, bem exemplado kkkk: Assim que o Junior começou a engatinhar, ele fazia o terror na minha mãe abria os armários, mexia na mesinha de centro da sala... E toda vez que eu chamava atenção dele eu ouvia um "Deixa ele Keli, mexe a vovó deixa!" Até que um dia ele quebrou dois bibelôs da mesinha de centro. Ai ela falou "Keli, o Junior tá muito levado!" "Tá vendo mãe, porque eu brigava?!" Precisou ele quebrar pra ela me dar razão. 

Por isso, se alguem falar a frase do 'aaahhh...' minha resposta é: Eu não quero que meu filho seja indesejado na casa de ninguem. Fala a verdade, tem criança que quando chega na casa da gente quer mexer em tudo. Ai, quando a mãe fala assim "ó, tal dia eu vou ai" a gente pensa: "Putz, lá vem a fulana! Eu gosto dela, mas o filho... Só Jesus!"

Ai vamos tocar no assunto do deixar chorar. Não vou ser hipócrita e dizer eu nunca fiz isso, porque eu já fiz sim! Teve um dia que o Junior abriu o berreiro por nada. No peito, chorava; se eu ficava em pé com ele no colo, chorava; se eu sentava, chorava. Não tava sentindo dor, não tava dodói. era tudo manha! Ai eu botei ele no berço e deixei sim chorar uns 2 minutinhos. Quando peguei ele, eu disse "Você fez toda essa pirraça por nada. Tá mais calmo? Vem no colinho da mamãe" E adivinhem: ELE NÃO CHOROU MAIS!

Gente, há casos e casos. Se tiver fazendo birra ou manha eu deixo chorar sim senhora! Sou eu que tenho que dominar ele  e não ele a mim. A mãe aqui sou eu!!! Se eu não impor limites de agora, mais tarde não vai adiantar tentar consertar!

A mesa coisa vai ser o dia que ele quiser um brinquedo que não couber no meu bolso. "Junior, a mamãe não tem dinheiro pra comprar. O dia que eu tiver eu compro". Simples assim! E se chorar, vai ficar chorando. Eu não vou comprar um brinquedo caro, só porque ele quer! Eu não tenho tudo que eu quero e nem por isso eu fico chorando pelos cantos.

É desde pequeno que se ensina que tudo tem sua hora. Se não der, não deu. Caiu? Levanta pra cair de novo. Tem que divivir as coisas. Depois, se torna um adolescente que "acha" que os pais tem obrigação de dar isso ou aquilo. E um adulto rancoroso porque nunca teve as coisas.

Eu sei que as condições a gente que faz, mas os limites somos nós que damos também!



11 comentários:

  1. Oi Grauce!
    Menina fico tão feliz com seu carinho no meu cantinho, adoro quando vc passa por lá!
    E quanto ao seu palpite, vamos ver se será mesmo uma menininha. To muito ansiosa pra saber rs.
    E achei muito legal o seu post. Meu bebe ainda não nasceu, então não posso falar que tipo de mãe serei (pra não cair na testa rs), mas concordo com vc, acho que amar também é colocar limites e falar não! Afinal amar também é educar!
    Parabéns, tenho certeza de que o Junior é muito feliz e amado! E lindo claro!!!
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Amiga concordo plenamente contigo, mas entendo que no caso de um bb pequeno , as vezes não sabemos ao certo o motivo do choro, ficamos inseguras e não deixamos ele chorar por nenhum momento, mas é isso aí temos que conhecer a cria e vendo que tem casos e casos, momentos e momentos né , bju

    ResponderExcluir
  3. Concordo com vc. Vejo muitas crianças sem limites e acho horrivel.

    ResponderExcluir
  4. concordo com tudo. Tem muita mãe que acha o filho um santinho e as outras crianças é que são bagunceiras.
    Eu tmb não curto deixar chorar, mas tem semanas que o Bryan está no auge da sapequice, e faz e acontece aqui em casa, que eu preciso colocá-lo de castigo,já que eu não bato nele. Conclusão, ele chora e fica pedindo colo, mas eu sou firme e ele fica no cantinho da disciplina até entender que o que fez foi errado. Geralmente quando ele sai me abraça forte e pede desculpas.
    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Nossa, isso vai dar o que falar.....rsss
    Eu sempre tive horror a pensar na minha filha assim tb "corre que a Julia vem aqui em casa hj"
    Tem que aprender desde cedo o que pode e o que não pode.
    Na minha mãe tb é assim......deixa ela, não tem problema, pode pegar.....quero ver qd começar a andar e bagunçar mesmo !

    Cada um sabe seu limite e o de seus filhos, basta coerencia, castigos de acordo com a idade.

    bjuss

    ResponderExcluir
  6. Olha querida sou assim mesma como vc, não tiraria nem colocaria nada que vc falou, tem gente que pensa assim mesmo, aqui eu ensino pra não mexer pra chegar no quarto da vó pra mexer, então eu deixo ele fazer a bagunça la, porque eu ensino pra não mexer e la ela deixa, complica né?! tbm já deixei ele chorar, por manha também.

    Bjs
    mamaenathan.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. a postagem coletiva falava sobre a hr em q a criança esta sozinha no quarto, chorando, sera q é certo negar o colo dos pais nesse momento? pq vc ñ faz outra blogagem coletiva p falar sobre esses outros assuntos e ai todo mundo dar sua opnião sobre isso? eu iria gostar d participar! bjs

    ResponderExcluir
  8. Não falamos de choro de birra simplesmente, e também não falmos de deixar chorar 3minutos... Falamos sobre deixar chorar por horas até a criança dormir de exausta...

    Aqui também não se faz todas as vontades, mas cuido para não deixa-lo chorando por longos periodos, distrair a criança com outro assunto ajuda muito...

    Beijoss

    ResponderExcluir
  9. querida.....falta de educação é diferente de deixar chorar...em nossa BC não falamos que mimamos ou deixamos nossos filhos sem educar.....essa era intenção da BC. Agora se não tem nada a ver então não era necessario citar. Não concorda??

    ResponderExcluir
  10. Nossa ... nota 10 pro seu blog PERFEITO
    Amei mesmo !

    ResponderExcluir
  11. Super bem escrito flor, concordo com vc em tudo e acho que qd eu tiver meus filhos quero agir como vc pois tenho o mesmo pensamento. Qts crianças que eu conheço q são indesejadas na casa de familiares, visinho, pq são inquietos ou tocam o terror na casa alheia...é terrivel isso e vergonhoso pra mae, então o melhor a fazer é podar o mal comportamento desde o berço.assim eu acredito...
    bjs

    ResponderExcluir

Sua opinião é importante pra mim!

Obrigado pela visita!!!

♡ Grauce e Junior ♡

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...