11 abril 2013

Da falta que sinto...

Eu participo de um grupo no face de mamães. Gosto muito de lá porque não tem esse lance de "você é 'menas' mãe e eu sou a blaster!". Quem quiser participar, eu super indico, é o Primíparas. Ai a Ju, mamãe blogueira como nós, levantou uma questão que eu nem tinha me dado conta: ter um tempo sozinha.

Eu nunca contei a falha que eu cometi quando engravidei. No relato do positivo eu não entrei nesse detalhe e vou contar pra vocês.

Me casei em maio, minha mestruação veio no dia do meu niver (que presentão #sqn). Daí, nesse mesmo dia falei pro marido, na época noivo, que "festinha" só na noite de núpcias. E nesse mesmo mês eu não tomei o AC. Como eu me casei no fim do mês, fiquei esperando a bendita descer pra voltar a tomar o remédio, e ai a coisa saiu de controle.

Eu nunca tive um ciclo regular, sempre foi de 30 a 32 dias. Ai dentro de periodo esperado ela veio, de manhã cedinho. porém era um borra de café bem escura e no fim do mesmo dia ela foi embora. Eu achei estranho, comecei a pensar que estava grávida. Mas mesmo assim, voltei a tomar o AC.

Terminada a cartela, eu fiz a pausa de 7 dias e... NADA! Pra não dizer nada, veio tipo saliva misturado com sangue, aquile rosa beeeeeeem clarinho. Fiz um teste de farmácia e um exame de sangue e ambos deram negativo. E eu estava sentido umas dores bem fortes pouco acima da pubis, pensei ser dor nos ovários. Com esses negativos conclui que eu estava com algum problema de saúde e simplismente PAREI de tomar o remédio. Dai a história continua com o positivo.

Quando descobri a gravidez eu tinha quase 5 meses de casada, umas dívidas do casamento pra pagar, tava numa fase conturbada de quase sem teto, necessitada de um emprego (que eu quase consegui se não fosse a gravidez). Resumindo, tava num momento muito ótimo da minha vida pra engravidar, sabe rs! Ai eu pergunto: gente, fala 'pá eu' aqui o que eu curti??

Financeiramente, o Junior pouco atrapalhou. Ou não sei lá!!! O único sonho que ficou atrasado e sabe-se lá quando vai ser possível é a casa, o carro conseguimos comprar um 'veinho' que tá quebrando a árvore inteira! Mas voltando... No quesito dindin, o Junior não atrapalha, mas na questão liberdade...

Se vamos pro mercado, fazemos compras correndo porque uma hora o muleque dá um ataque de micro adolescente e quer porque quer correr pelo mercado sem fim; se vamos ao shopping voltamos logo porque o pique de bater perna é piquititim. Em novembro, ousamos em ir ao cinema ver Amanhecer part. 2 (levanta a mão e comemora!), mas deixamos ele com minha sogra e assim que o filme acabou voltamos pra casa no mesmo pé! E é básicamente isso que acontece quando saimos sem ele, voltamos logo porque ficamos com aquele sentimento de "tô incomodando".

Sexo, até rola quando o guri deixa. Ou então a gente aproveita a soneca dele da tarde, e sabemos que soneca da tarde não é lá aqueles sonos demorados e profundos ai já viu a duração da "festa" né?! kkkk Mas, tá no famoso cai a quantidade e melhora a qualidade.

Mas eu sinto falta de ter os MEUS momentos. De poder fazer minhas unhas com calma, sem tirar uma peça de alcatra pro mês inteiro das cutículas. De poder ver tv. Gente, sem sacanagem, eu só vejo 2 duas novelas "O Profeta" (Vale a Pena Ver de Novo) e "A Usurpadora" (Vale a Pena Ver Direto rs) e SÓ. Qualquer outro programa ou vejo na madruga ou enquanto o muleque dorme.

Sinto falta de ir pro shopping de rua da cidade vizinha e poder olhar as vitrines, admirar a peça, pensar que um dia eu comprar a dita cuja. De comer mais porcarias sem me preocupar que o leite ou a fralda pode acabar e o dindin não ter sobrado. De jogar conversa fiada com a vizinha na calçada, sem me preocupar que tem um cotoco correndo pela rua e que um carro pode vir e passar por cima desse cotoco (perai que fui bater na madeira).

Isso tudo acabou desde o dia 11 de maior de 2011. Não que eu não ame meu filho, eu amo sim, não dá nem pra medir! Mas eu sinto falta, sou em ser de carne e osso. Ou você não sente falta de nada, hein??

5 comentários:

  1. Era exatamente disso que eu tava falando!

    Sabe, sorte de quem não precisa trabalhar pra ajudar em casa, eu posso me dar ao luxo de ficar com a Yasmin, mas sei que quanto mais dinheiro na conta melhor, pq não tem preocupação com o se, se o dinheiro acabar e ela ficar doente, se isso, se aquilo ...

    Fora os nossos luxos né, um óculos de sol, um batom mais caro, um creme importado ... é complicado!

    Além do mais, a liberdade se altera, as festinhas tem hora contada, e é por isso que eu adooooooooro ir pro motel, pq o mundo lá fora fica lá fora, hahaha #aloka

    Aqui é tudo da Mimi, tv da Mimi, o computador é dela, olha, não é fácil, e agora eu não consigo me imaginar com o segundo filho, pq imagino que é a loucura que vivo elevada ao quadrado!

    Mas é isso né, ngm disse que seria fácil!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Quanta inspiração!
    Com o Davi tendo apenas 26 dias não me vejo de direito de já sentir falta de alguma coisa, tadinho! Mas certamente terei, acho que quem diz que NUNCA sentiu ta mentindo... rsrs
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Ótimo post!! Me vi em muitos momentos...

    Será que nossa vida volta ao normal com um tempo? Nem que seja um pouquinho??

    Bjokas.

    Mãe e Mel.

    ResponderExcluir
  4. Grauce,
    Toda mãe deve sentir isso neh? Não é possível que não...
    E acho que quanto mais dedicada somos, mais sentmos falta de um trempo pra nós... porque nos culpamos por tudo a aabamos não deixando eles com os avós, as tias, ou alguém de confiança, para curti um pouco.
    Eu sinto falta tb... mas acho que porque trabalho, isso ameniza. Venho trabalhar e esse é o meumento "só meu"...kkk

    Mas... maio é minhas férias, e vou separar um dia inteiro com o martido (Bella vai pra escola) e depois um dia todo pra mim arrumar meu cabelo, unha, pele...
    E já estou me preparando psicologicamente para não me sentir culpada e coisa e tal.. quero mais é curtir!!!!!!

    Bjão e bom final de semana!!!!

    ResponderExcluir
  5. Oi Grauce,

    Estou no sexto mês de gestação, portanto vivendo aquela fase que tudo é maravilhoso..rsrs Não sei como será quando a Julia nascer mais acho que toda mãe passa por isso e o pior é que algumas se sentem culpadas de querer um momento SEU. Acho tem muita verdade no seu post e desde já vou tentar me preparar pra estas mudanças...kkkkk bjus

    ResponderExcluir

Sua opinião é importante pra mim!

Obrigado pela visita!!!

♡ Grauce e Junior ♡

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...