22 setembro 2011

#momentodeprê


Minha vida tá um turbilhão. Estou passando por um dos momentos mais difíceis. As coisas passam feito água pelas minhas mãos. Quero cuidar de tudo e todos, quero ser o porto seguro e a fortaleza pra todo mundo. Quero ser aquela pessoa que os meus familiares podem contar pra tudo!

Me cobro por não ser uma filha presente, tanto pra minha mãe, quanto pro meu pai. Eu queria ser melhor. Queria retribuir tudo o que fizeram e fazem na minha vida. Além de pais, sempre foram meus amigos. Não estou fazendo “fita”, estou sendo sincera. Sempre pude contar com eles pra tudo. Dividir segredos, chorar no colo deles, ter um abraço. Eles ainda me tratam com todo carinho e amor de quando eu era pequena. Minha mãe ainda me beija, pega no colo e dá aquele cheiro como eu faço com meu filho. Me chama de denguinho do mesmo jeito e com o mesmo tom de quando eu era criança. Vejo os olhos do meu pai brilharem quando lembra das minhas peraltices quando criança. Ainda me dá colo, me liga pra saber como estou. Do jeito durão dele demonstra que me ama. Não esquecerei jamais quando estava indo embora do salão de festas no dia do meu casamento. Eu disse: “Tchau, Pai.” E aqueles olhinho se encheram de lágrimas.

Eu queria muito dar a eles a honra de dizer: “Minha filha faz faculdade.” Não que algo me empeça de fazer, mas todo mundo sabe que um filho atrasa os nossos sonhos e planos. Vejo a vida passando e os dias deles diminuindo. Tenho receio de perdê-los e não ter dito eu te amo quando necessário. Depois do meu filho, são pessoas pelas quais eu mato e morro. Não vou deixar ninguém pisa-los e humilha-los.

Meus irmãos são outros. Amo essas crianças como se fossem meus filhos. Mesmo com tão pouca idade já passaram por muita coisa nessa vida. Agradeço à Deus por ter-los em minha vida. Os meninos eu praticamente criei. Brigo com eles, dou bronca. Mas ài de quem mexer com eles. Eu rodo a baiana, desço o barraco e quebro o pau. Simples assim! Minha irmã também é importante na minha vida. Não foi criada comigo, mas não é diferente. Se tiver que dar bronca dou mesmo, mas mexe com aquela loirinha pra ver.

Estou numa fase que nem sei explicar. Só posso dizer que tá muito difícil. Todos os dias me pergunto de onde tiro tanta força. Não posso falar aqui um “i” do que se passa, porque estarei expondo pessoas. E muita gente não entenderia os motivos dessas pessoas (como não entendem!) e muito menos os meus.

Além de tudo isso, estou num desgaste físico enorme. O Junior está me consumindo. Estou a ponto de desmaiar de tanto sono. Me sinto fadigada, estressada. Não tenho lazer algum nos últimos meses. Sinto falta da minha família que brincava e ria. Nas duas partes (pai e mãe) nada está como antes, toda aquela alegria se perdeu. O que ficou foram mágoas. Algumas desnecessárias e infantis e outras que só o tempo pra fazer passar, ou talvez nem o tempo seria capaz.

Outra questão são os amigos. Não tenho pra quem me abrir, não tenho pra quem chorar. Todas as lágrimas que derramo são nos meus momentos de solidão. Quando choro estou sozinha. Eu e eu!

Vejo muita gente postar uma vida perfeita. Não tem uma DR com o marido, o dindin ta sempre sobrando, se dá bem com gato, cachorro, piriquito. E fico me perguntando que merda de vida é essa a minha, que não tem nada de perfeito. Nada do que faço ou fiz saí com 0,01% do jeito que planejei. Magou umas pessoas, maltrato outras.

Por isso ando sumida daqui, não tenho vontade nenhuma de postar. Tenho tanta novidade do Junior pra contar, mas muuuiiiiiiiito desânimo pra digitar. Estou um bagaço interiormente. Devo ser uma ótima atriz, porque ninguém do meu convívio nota. Eu faço a vontade de todo mundo e acabo me anulando.

O que me dá motivação é o meu filho. Todos os dias ele tem um sorriso pra me dar, um carinho pra fazer, um olhar pra retribuir.

Me pergunto se Deus não está vendo tudo isso. Se ele esqueceu de mim. Voltei pra igreja, mas os problemas me impedem de buscar a Deus como deveria.

Me desculpem pelo sumiço. Me desculpem por choramingar e não ter um vida perfeita. Eu só quero um colo. Só um colinho pra chorar e nada mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é importante pra mim!

Obrigado pela visita!!!

♡ Grauce e Junior ♡

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...